Gengiva avermelhada: O que fazer?


http://loe.com.br/wp-content/uploads/2014/08/dor-de-dente.jpg



A saúde bucal é um processo muito importante e que devemos realizar todos os dias de forma a tornar um hábito, não apenas por uma questão estética, mas porque é na boca onde inicia o processo de digestão, sendo também o local onde bactérias são formadas e que podem trazer prejuízos até mesmo para o coração. Dados indicam que a gengivite crônica pode contribuir para o desenvolvimento de problemas cardíacos (fonte: http://saude.terra.com.br/saude-bucal/condicoes-medicas/gengivite-e-problemas-cardiacos-entenda-a-relacao,53a2dfb463f3f310VgnVCM5000009ccceb0aRCRD.html).

Quando a gengiva se apresenta avermelhada, inchada e com surgimento de sangue nas escovações já podemos concluir que estes são sinais de uma gengivite, podendo estar ou não em um estágio avançado. A gengivite é uma inflamação causada pelo descuido com a saúde bucal, que acaba formando placas bacterianas na gengiva que endurecem e acabam que instituindo várias feridas que podem, com o tempo, afetar osso e ligamentos nos dentes.

Este é um problema comum em pessoas que não realizam a escovação e os procedimentos da saúde bucal em dia. Por isso, observando vermelhidão, inchaço, sangue, ferimentos e outros problemas na gengiva, um dentista especializado deverá ser consultado o mais rápido possível. A gengivite não é resolvida com uma escovação comum, sendo tratada somente com ajuda de instrumentos odontológicos além de produtos com este desígnio.

Porém, não é somente ir ao dentista e achar que o problema está resolvido. Pelo contrário. Deve-se evitar ao máximo, depois do tratamento, o surgimento de placas bacterianas que possam trazer novamente a gengivite. Por isso, alguns cuidados devem ser realizados no dia-a-dia:

– Escovar dos dentes de modo correto (aprenda a maneira certa com o seu dentista). De modo a retirar as placas bacterianas e os restos de alimentos contendo o aparecimento do tártaro;

– Utilizar o fio dental regularmente para a retirada dos restos de alimentos, como dito acima;

– Evitar o uso de cigarros e outros tipos de tabaco;

– Ter consultas com o dentista de forma habitual.

Fonte: PORTAL EDUCAÇÃO


http://www.portaleducacao.com.br/odontologia/artigos/54684/gengiva-avermelhada-o-que-fazer

Compartilhar:

Ligue-nos!

(48) 3237-9137

WhatsApp

(48) 99156-4050

Horários - Seg a Sex

08:00 - 12:00
14:00 - 19:00